.

.

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Exposição mostra beleza 'escondida' dos manguezais da baía de Guanabara

A exposição “Do Mangue ao Mar – A Baía de Guanabara que você não vê!” pode ser visitada no Ubatuba Palace Hotel até o dia 16 de maio. A... thumbnail 1 summary

A exposição “Do Mangue ao Mar – A Baía de Guanabara que você não vê!” pode ser visitada no Ubatuba Palace Hotel até o dia 16 de maio. A mostra fotográfica e a coleção de animais conservados in vitro pretende ser uma ferramenta de educação ambiental. A exposição foi trazida a Ubatuba por meio de uma parceria entre a ONG local APPRU e a carioca Guardiões do Mar, instituição que realiza o Projeto UÇÁ, com patrocínio da Petrobras.




A exposição é aberta ao público e escolas podem agendar visitas de grupos guiadas por monitores de terça a quinta-feira até o dia 16 de maio. Na visita, as crianças podem aprender mais sobre os manguezais, um tipo de ecossistema que também ocorre em Ubatuba. Os manguezais são importantes ecossistemas costeiros úmidos, de transição entre os ambientes terrestre e marinho, são considerados “berçário do oceano”, pois muitas espécies marinhas se reproduzem ou se alimentam de animais que se reproduzem ali.
A ocupação desordenada nessas áreas vem ocasionando não apenas degradação ambiental, mas também grandes perdas sociais e econômicas. Segundo o Ministério do Meio Ambiente, a aquicultura e a especulação imobiliária são as principais causas da destruição dos manguezais brasileiros, que já perderam ao menos 25% de suas áreas.

De acordo com Marcos Roberto dos Santos, membro da APPRU, as características biológicas, sociais e paisagísticas dos mangues da baía de Guanabara são muito semelhantes às dos manguezais de Ubatuba. Os problemas enfrentados pelo ecossistema aqui e lá também são parecidos.

Ubatuba abriga diversos manguezais, sendo que muitos vem sofrendo com a poluição e o aterramento para construções de resorts, condomínios e mansões à beira mar. “O desconhecimento de sua importância leva a sociedade a fazer desse ambiente o depositário final de lixo e aterros diversos“, explica Pedro Belga, coordenador geral do Projeto UÇÁ.

A exploração do petróleo já causou enormes prejuízos socioambientais à baía de Guanabara. Em 1997, ocorreu um vazamento de cerca de 3 milhões de litros de óleo combustível da Petrobras numa região de mangue próxima da orla da Baía de Guanabara. Três anos mais tarde, outro vazamento ocorreu no mesmo duto, desta vez cerca de 1,3 milhão de litros de óleo se espalharam na faixa de transição entre o mar e a costa. Atualmente, para tentar remediar os estragos, o Programa Petrobras Socioambiental apoia projetos de reflorestamento, monitoramento e educação ambiental na região.

Serviço
Exposição Fotográfica: Do Mangue ao Mar – A Baía de Guanabara que você não vê!
Data: 16/04 a 16/05 de 2016
Local: Ubatuba Palace Hotel – Rua Cel. Domiciano, 500 – Centro
Agendamento de visitas orientadas:
Neto - (12) 99716-8747 / netoubatuba2002@gmail.com
Marquinhos - (12) 99740-4075 / marquinhoecoturismo@ig.com.br

FONTE.......INFORMARUBATUBA

Nenhum comentário

Postar um comentário