.

.

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Agricultores familiares assinam novos contratos de fornecimento para merenda escolar

Paulo Lingiardi e Elizabeth Meireles estão entre os agricultores que fornecem para a merenda escolar de Ubatuba Em cerimônia realiza... thumbnail 1 summary
Paulo Lingiardi e Elizabeth Meireles estão entre os agricultores que fornecem para a merenda escolar de Ubatuba

Em cerimônia realizada nesta quinta-feira, 30 de junho, no Paço Municipal, agricultores familiares de Ubatuba e região firmaram seus contratos de fornecimento de produtos para a merenda das escolas municipais de Ubatuba. No total, foram 39 contratos assinados, válidos por 12 meses, e que somam um total de 780 mil reais.


Segundo determina a legislação nacional (Lei Federal 11.947, de 2009), pelo menos 30% dos contratos de alimentação escolar que utilizam recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) devem ser fornecidos pela agricultura familiar.
Essa legislação começou a ser cumprida em Ubatuba somente a partir de 2013, lembrou o presidente do Conselho de Alimentação Escolar (CAE) e secretário geral do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR), Atarcizo Tadeu Astolfi Mendes.
“Em 2012, as compras da agricultura familiar representavam apenas 31 mil reais. A partir de 2013 a compra direta foi progressivamente aumentando até chegar ao patamar atual, de 780 mil reais”, explica Tadeu.
Para Elizabeth Meireles, moradora do Taquaral e agricultora há 44 anos, mais importante que a renda obtida com a comercialização direta para a Prefeitura de Ubatuba é a qualidade da alimentação: “Quero que as pessoas comam bem, principalmente as crianças, pois elas precisam crescer fortes, inteligentes, competitivas. O dinheiro me dá condições melhores de produção e me deixa mais sossegada. Quando eu planto, ponho a semente na terra e já penso que quem se alimenta disso recebe saúde e amor”.
O fortalecimento da agricultura familiar por meio da ampliação da organização dos agricultores foi outro ponto de destaque na cerimônia. Paulo Lingiardi, presidente da COAP Vale, conta que a cooperativa reúne 95 parceiros de todo o Vale do Paraíba, dos quais 15 são de Ubatuba. “Quando o produtor é individual, só pode vender no seu município. Já o trabalho em uma cooperativa permite que os agricultores possam comercializar para até 18 cidades. “A cooperativa está sempre ajudando as pessoas a se organizarem melhor para fortalecer a renda. Além disso, é mais uma maneira de fomentar a agricultura familiar”.

FONTE.......PREFEITURA DE UBATUBA.

Nenhum comentário

Postar um comentário