.

.

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Entidades conveniadas utilizam música para tirar crianças e adolescentes da rua

O Gaiato – Grupo Aberto à Infância e Adolescência – Técnicas Ocupacionais – e o Projeto Namaskar são duas das organizações que mantêm con... thumbnail 1 summary

O Gaiato – Grupo Aberto à Infância e Adolescência – Técnicas Ocupacionais – e o Projeto Namaskar são duas das organizações que mantêm convênio com a Prefeitura de Ubatuba para realizar diferentes atividades gratuitas, voltadas ao fortalecimento de vínculo de crianças e adolescentes bem como na comunidade. As oficinas de música estão entre as preferidas da garotada, que ainda podem escolher outras oficinas como dança, teatro, informática.


O Gaiato atua junto à comunidade da região Oeste, principalmente dos bairros do Ipiranguinha, mas também da Cachoeira dos Macacos, Horto Florestal, Jardim Ipiranga, Marafunda, Morro das Moças e Vale do Sol. Atualmente, são atendidas 94 crianças de 6 a 12 anos e 43 adolescentes de 13 a 17 anos.

As oficinas de música acontecem todas as quartas-feiras e contam com 64 matriculados. Elas são ministradas pelo professor de história e músico Léo Estevan. Além de prática de violão e percussão, os alunos aprendem a construir instrumentos típicos da cultura popular brasileira, como as alfaias.
“A gente prepara a madeira e os pedaços de couro de cabra, estica, costura”, explica Bruno Manuel, 12 anos, que há dois frequenta o Gaiato. “Gosto de tudo aqui: das aulas, das comidas, dos amigos, dos professores”, conta Karini Cristine, de 13, que há seis participa das atividades da entidade.
Já o Projeto Namaskar atende a comunidade do bairro do Sesmarias, em Ubatuba, onde atua desde 2005. Desde então, centenas de crianças e adolescentes já passaram pelas oficinas de música do maestro Antônio Celso Dutra, que acontecem às terças (teclado) e sextas-feiras (batuque e bateria).
“Para além da prática instrumental, os alunos aprendem a manter tudo organizado: eles mesmo montam os instrumentos e os guardam após o uso”, conta Dutra. “Tocamos de tudo, desde música barroca e MPB até rock”.
Às quartas-feiras, Dutra também ensina violão e teclado no Instituto Blá-Blá-Blá Posithivo, que atua com as famílias da região do Perequê-Açu.
Convênios: investimento no futuro
As oficinas e cursos gratuitos promovidos pelas entidades da cidade são mantidas graças aos convênios firmados com apoio da Prefeitura de Ubatuba que envolvem recursos federais, estaduais e municipais, além de doações e de trabalho voluntário. Somente pelo programa “Famílias em Ação”, por exemplo, as entidades recebem um repasse de R$ 60 mil reais/ano cada.
Outros programas administrados pela Secretaria Municipal de Cidadania e Desenvolvimento Social voltados para as crianças e adolescentes e executados por meio de convênios com as entidades da sociedade civil são o Criança Ativa, Entrelaços, Se Liga e o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Crianças e Adolescentes.
Gaiato_maio 2016 (5) Gaiato_maio 2016 (6)

Nenhum comentário

Postar um comentário