.

.

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Guarda Mirim faz 50 anos e aniversário entra para calendário de eventos de Ubatuba

por Leandro Cruz, 01/06/2016, 13h15 Fonte e Foto: InforMar Ubatuba A Guarda Mirim de Ubatuba completa 50 anos no próximo dia 9 de jun... thumbnail 1 summary
GUARDAMIRIM
por Leandro Cruz, 01/06/2016, 13h15
Fonte e Foto: InforMar Ubatuba
A Guarda Mirim de Ubatuba completa 50 anos no próximo dia 9 de junho. Jovens da instituição, ex-membros e alguns de seus instrutores compareceram à Câmara Municipal na noite de terça (31) para assistir à aprovação unânime do projeto que inclui a data no calendário oficial de comemorações do Município.


Caso seja sancionado pelo Executivo, a solenidade de aniversário da Guarda Mirim será realizada na segunda semana do mês de junho.
Após a aprovação pelos vereadores, a reportagem do InforMar Ubatuba conversou com o Comandante Messias, instrutor das crianças do projeto, e com Márcio França, cabo da PM que atua como voluntário na Guarda Mirim.
Segundo Messias, atualmente a Guarda trabalha com 293 crianças entre 10 e 16 anos de norte a sul de Ubatuba, “desde o Sertão da Maranduba até o Sertão do Ubatumirim”. Aos meninos e meninas é oferecido curso de informática, música, atividades de preparação para a vida profissional, além de eventualmente receberem instruções sobre salvamento, primeiros socorros, entre outros.
Após os 14 anos, os adolescentes podem participar de programas de “menor aprendiz”, mediado pela Guarda. Os jovens que são contratados recebem meio salário mínimo e trabalham uma jornada de 4 horas diárias, de segunda a sexta-feira. Em uma cidade com os índices socioeconômicos como os de Ubatuba, essa pequena renda do adolescente muitas vezes faz bastante diferença para suas famílias, e, também por isso, as vagas acabam sendo disputadas.
De acordo com representantes da Guarda, os empregadores ficam bastante satisfeitos com os aprendizes do programa por se tratarem de meninos responsáveis e com vontade de fazer as coisas bem feitas. No entanto, vale lembrar que, de acordo com a lei, o trabalho de menores só é admitido em condições muito especiais. A função do menor aprendiz não pode ser realizada em locais prejudiciais a sua formação, desenvolvimento físico, moral e social e em horários que não permitam sua frequência à escola. Além disso, as tarefas desenvolvidas devem ter relação com a aprendizagem, isso é, devem de alguma forma acrescentar algum saber técnico-profissional à formação do jovem.
Interessados em conhecer e se matricular na Guarda Mirim, podem comparecer pessoalmente à Rua Pinheiro, 130, no bairro da Estufa 2 ou telefonar para o número 3833-1119 e se informar sobre o período de inscrição. Devido à grande procura e ao número restrito de vagas, é realizado um processo seletivo por meio de uma prova em que são cobrados conhecimentos das matérias escolares compatíveis com a idade da criança

Nenhum comentário

Postar um comentário