.

.

terça-feira, 26 de julho de 2016

A TOCHA OLIMPICA PASSARÁ EM UBATUBA NESSA QUARTA FEIRA............

terça-feira, 26 de julho de 2016 UBATUBA RECEBE A TOCHA OLIMPICA NESSA QUARTA FEIRA.... thumbnail 1 summary

terça-feira, 26 de julho de 2016

UBATUBA RECEBE A TOCHA OLIMPICA NESSA QUARTA FEIRA............



Ubatuba recebe a Tocha Olímpica nesta quarta-feira, dia 27 de julho. O símbolo chega à cidade pela rodovia Oswaldo Cruz e segue até a avenida Iperoig.
Segundo informações da Polícia Militar, responsável pela segurança do trajeto, o evento deve começar por volta do meio-dia.
Diversas vias ficarão interditadas a partir das 7 horas e liberadas logo após a passagem da tocha. A Prefeitura solicita a compreensão e a colaboração de moradores e turistas para que não estacionem seus veículos nessas ruas e avenidas.



Confira o trajeto: Oswaldo Cruz – Trevo do Pescador (BR 101), Thomaz Galhardo, Cel Domiciano, Cel Ernesto de Oliveira (Pça. Exaltação Santa Cruz), avenida Iperoig, rua Guarani, avenida Leovigildo Dias Vieira e Capitão Felipe.
A solenidade de passagem da tocha por Ubatuba inclui também apresentações de cultura indígena e de Fandango Caiçara, que acontecerão na Praça de Eventos.
O Comitê Organizador ainda não confirmou quais serão os esportistas e cidadãos que carregarão a tocha.
Ubatuba está entre as mais de 300 cidades escolhidas pelo Comitê Olímpico Brasileiro para a passagem da tocha. Para além da logística de organização e divulgação, o evento não demandou custos extras ao cofre municipal.
Antes de chegar a Ubatuba, última cidade do estado de São Paulo a ser visitada, a Tocha Olímpica passará no mesmo dia por Taubaté e São Luiz do Paraitinga em seu 86º dia de viagem. Daqui ela seguirá para Paraty. Sua jornada terminará na capital do Rio de Janeiro, no dia 5 de agosto, na abertura dos Jogos Olímpicos.

Diversas vias bem como os principais acessos à região central de Ubatuba estarão interditados a partir das 7 horas da manhã desta quarta-feira, 27 de julho, para o evento de passagem da Tocha Olímpica, cuja previsão de chegada é em torno do meio-dia.
O trajeto da tocha começa na Rodovia Osvaldo Cruz e passa pelo trevo do Caiçara. Seu percurso no Centro inclui as seguintes ruas: Thomaz Galhardo, Cel Domiciano, Cel Ernesto de Oliveira (Pça. Exaltação Santa Cruz) e avenida Iperoig, seguindo para o bairro do Itaguá pela rua Guarani, avenida Leovigildo Dias Vieira e Capitão Felipe.
A Prefeitura solicita a compreensão e a colaboração de todas e todos para que não circulem de bicicleta e nem estacionem seus veículos nas ruas e avenidas indicadas.
Toda a Thomaz Galhardo estará fechada, porém suas transversais e paralelas estarão abertas, permitindo o acesso de moradores, turistas e trabalhadores à região.
Os ônibus também circularão normalmente por rotas alternativas. Confira como chegar ao Centro vindo de diferentes pontos da cidade.
Região Oeste
No caso da Rodovia Osvaldo Cruz, ela será fechada pelo Departamento de Estradas e Rodagem (DER) somente a partir das 10h30, desde a rua da Cascata, no Ipiranguinha, e será liberada logo após a passagem da chama olímpica.
A circulação na Rio-Santos estará liberada todo o tempo. O trânsito no trevo do Caiçara somente será interrompido no momento de passagem da tocha.
 Desde o Itaguá
O acesso do Itaguá ao Centro pela av. Leogivildo Dias Vieira e rua Guarani estará completamente interditado a partir das 7 horas. Para chegar ao centro, um caminho é seguir pela rua do campo de futebol (rua José Eudes do Prado) até a rua Taubaté e, então, seguir pela av. Rio Grande do Sul.

Desde a região Sul
Para chegar ao Centro, é possível seguir pela BR 101 (Rio-Santos), entrar à direita no posto Kamome e, em seguida, à esquerda pela av. Rio Grande do Sul.

Desde a região Norte
O acesso ao Centro pode ser feito pela av. Padre Manoel Nóbrega, no Perequê-Açu. Ao passar a ponte do Perequê-Açu, os motoristas deverão entrar obrigatoriamente entrar à direita na rua Baltazar Fortes (rua do Mercado do Peixe).

Sinalização e orientação
Para garantir o bom andamento do evento e a circulação, agentes da Guarda Civil Municipal e da Secretaria de Segurança da Prefeitura de Ubatuba estarão nos pontos interditados, orientando os motoristas sobre os melhores acessos e as rotas alternativas.

Trajeto da chama olímpica e pontos de parada
 

A tocha chegará a Ubatuba vinda de Taubaté e São Luiz do Paraitinga. Seu trajeto aqui começa pela Rodovia Osvaldo Cruz (no bairro do Ipiranguinha, na altura da rua da Cascata) passando pelo trevo do Caiçara.
 

O percurso continua pelo Centro e inclui as seguintes ruas: Thomaz Galhardo, Cel Domiciano, Cel Ernesto de Oliveira (Pça. Exaltação Santa Cruz) e avenida Iperoig, seguindo para o bairro do Itaguá pela rua Guarani, avenida Leovigildo Dias Vieira e Capitão Felipe (conferir mapa em anexo).
 

Haverá três momentos propícios para a realização de imagens audiovisuais:
 

1.       A chegada da tocha a Ubatuba, na rodovia Osvaldo Cruz, no bairro do Ipiranguinha
 

2.       A parada no Marco da Paz (na av. Iperoig) e o embarque da chama olímpica em canoa caiçara nesse mesmo ponto
 

3.       A solenidade de chegada da tocha na Praça de Eventos
 

Em seu 86º dia de viagem, a chama olímpica percorrerá em Ubatuba um trajeto total de cerca de 8 km; o mais longo do estado de São Paulo. Daqui, ela seguirá no mesmo dia para as cidades de Paraty e Angra dos Reis, já no estado do Rio de Janeiro.
 


Condutores da chama olímpica
 

Um total de 27 pessoas conduzirão a tocha, dos quais seis foram selecionados por Ubatuba e os demais pelo Comitê Organizador do revezamento da chama olímpica.
 

A formação da delegação de condutores de Ubatuba foi sorteada de maneira democrática entre os inscritos na escola municipal de esporte e envolveu critérios como o balanço de gênero e geração. Ela inclui desportistas tanto das categorias iniciante/amadora como também das profissionais.
 

Confira os nomes de Ubatuba:
 

Juventude
 

1.       Jessica Argolo dos Santos, jogadora de vôlei, aluna da escola Sueli, no Estufa II
 

2.       Patrick Campos Fonseca, jogador de basquete, aluno da Escola Municipal de Basquete
 

Atletas profissionais de Ubatuba
 

1.       Suelen Naraisa, surfista profissional
 

2.       Luiz Claudio Graglia Cozza (Huka), triatleta
 

Melhor idade
 

1.       Maria Machado, 87 anos, atleta
 

2.       Nelson Domingos Batista, 65 anos, remador canoa caiçara
 


Programação cultural
 

Três grupos culturais de Ubatuba se apresentarão na passagem da chama olímpica.
 

Banda Lira Padre Anchieta se apresentará na chegada da tocha ao Marco da Paz, na av. Iperoig.  
 

Já o Coral da Aldeia Indígena Boa Vista e o Fandango Caiçara se apresentarão no ponto final, na Praça de Eventos.
 

Mais informações:
 
*A Banda Lira é um grupo instrumental tradicional com mais de 50 anos de formação que busca proporcionar cultura musical para crianças, adolescentes e adultos do município por meio da realização de concertos musicais e do ensino da música através de instrumentos de sopro, percussão e voz.
 

*A Aldeia Indígena Boa Vista reúne pouco mais de 40 famílias do povo Guarani. Ela está localizada no Sertão do Prumirim, em área de Mata Atlântica.
 

*O fandango é um gênero musical fortemente associado ao modo de vida da população caiçara. Sua prática sempre esteve vinculada a organização de trabalhos coletivos e eventos religiosos onde o organizador oferecia uma festa, como pagamento aos ajudantes voluntários. Passado de geração a geração, o grupo de Fandango Caiçara atualmente é composto por tocadores de diversas localidades de Ubatuba, sendo: Ubatumirim, Prumirim, Itamambuca, Praia Vermelha, Itaguá, Centro e Praia Grande.
 JORNAL  A  CIDADE   DE UBATUBA   E  REGIÃO

Nenhum comentário

Postar um comentário