.

.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Estimado em pouco mais de R$ 337 milhões, gestão Sato vai ter o desafio de lidar com o menor orçamento do Litoral Norte

Educação e saúde somam R$ 164,6 milhões, quase metade do orçamento; São Sebastião, com R$ 691 milhões, terá o dobro da receita de U... thumbnail 1 summary



Educação e saúde somam R$ 164,6 milhões, quase metade do orçamento; São Sebastião, com R$ 691 milhões, terá o dobro da receita de Ubatuba
Por Raell Nunes, de Ubatuba
O governo do novo prefeito de Ubatuba, Délcio José Sato (PSD), vai ter o desafio de realizar ações em prol do município com um orçamento anual apertado, comparado com as demais cidades do Litoral Norte. A estimativa orçamentária é de pouco mais de R$ 337 milhões.



O maior gasto previsto é no setor de educação, onde mais de R$ 92,2 milhões deverão ser empregados. A saúde, que é um caso polêmico na cidade, terá mais de R$ 72,4 milhões de investimentos. O urbanismo, R$ 33,3 milhões. Já a administração contará com R$ 20,7 milhões e a gestão ambiental, R$ 19,6 milhões.
A assessoria do prefeito eleito esclareceu que, com o orçamento atual, sobram poucos recursos para investimentos. Os percentuais constitucionais determinam aplicações de 25% na educação, outros 15% na saúde, até 54% na folha de pagamento, sobrando cerca de 6% destinados às outras 17 pastas  do município.

CONFIRA   A  MATÉRIA COMPLETA ACESSANDO :


Nenhum comentário

Postar um comentário