.

.

domingo, 25 de dezembro de 2016

ZONEAMENTO DO LITORAL...........NATUREZA AMEAÇADA.......

Zoneamento do litoral norte paulista preocupa moradores e frequentadores da região. Um novo plano estadual prevê mais constru... thumbnail 1 summary

Zoneamento do litoral norte paulista preocupa moradores e frequentadores da região.




Um novo plano estadual prevê mais construções no litoral norte paulista, afetando principalmente as praias de Itamambuca, Ubatumirim e Félix, em Ubatuba. Criado em 2004 e atualmente em reformulação, o zoneamento ecológico-econômico (ZEE) traz uma grande preocupação aos moradores e frequentadores da região, devido aos grandes impactos ambientais.



Segundo a Folha de S.Paulo, ao determinar que algumas áreas hoje classificadas como Z2, mais preservadas, virem Z4, mais urbanizadas, abre-se o caminho para que condomínios se instalem na região. Para o jornal, a tendência é que novas casas sejam erguidas em áreas onde atualmente existe apenas mata atlântica.

Na manhã da última quinta-feira, em Ubatuba, o plano foi aprovado no Consema (Conselho Estadual de Meio Ambiente) e será enviado para aprovação ou veto do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Ainda de acordo com a Folha de S.Paulo, estimativas da prefeitura e da sociedade civil organizada divergem, mas preveem que, com o novo zoneamento, a parte norte de Ubatuba, próxima a Paraty (RJ), pode ter aumento de construções em cerca de 50%.
Consultado pela Folha de S. Paulo, o pesquisador Marcel Fantin, especialista em gestão regional e professor da USP / São Carlos, criticou os impactos do novo plano em Ubatuba. Para ele, trata-se de uma disputa complexa entre interesses coletivos e individuais.

“A possibilidade de expandir ‘ocupação para fins urbanos’ e ‘unidades comerciais e de serviços’ em setores anteriormente proibidos reflete a necessidade do mercado imobiliário de se apropriar de áreas ambientalmente relevantes para garantir a expansão de sua atividade principal, a produção de unidades residenciais voltadas ao turismo de segunda residência”, diz.

Ainda de acordo com o pesquisador, as praias do norte ubatubense deveriam ter zoneamento restritivo, porque possuem ambientes naturais raros e bem preservados. Há outras áreas do município bastante urbanizadas que poderiam receber novos empreendimentos.

Fonte: Folha S. Paulo



Nenhum comentário

Postar um comentário