.

.

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Sala de Situação prepara estratégia de atendimento e combate à dengue, zika e chikungunya

Na manhã desta segunda-feira, 9, aconteceu a primeira reunião de 2017 da Sala de Situação sobre a dengue em Ubatuba. Ela reuniu diferen... thumbnail 1 summary

Na manhã desta segunda-feira, 9, aconteceu a primeira reunião de 2017 da Sala de Situação sobre a dengue em Ubatuba. Ela reuniu diferentes setores da secretaria municipal de Saúde, incluindo a Vigilância Epidemiológica (Viep), a Vigilância Sanitária, a supervisão da Vigilância em Saúde, a supervisão da Atenção Básica, além de prestadores de serviço como o hospital Santa Casa e o Laboratório Humanize.




0109-sala-situacao-saude-aedes
Entre outras questões, a reunião debateu o formato da assistência aos pacientes com suspeita de dengue (se centralizado em alguns postos ou descentralizado nas várias regiões), o transporte de amostras de sangue para a realização do exame sorológico laboratorial específico para a dengue, a logística de devolução de resultados para os pacientes, bem como a infra-estrutura necessária para a assistência, além da divisão de trabalho entre as unidades do Programa de Saúde da Família (PSF) e a Santa Casa.
O objetivo das ações da saúde é o controle e a prevenção às doenças dengue, zika e chikungunya, todas transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.
Mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti
Na reunião, a Vigilância em Saúde deu informes sobre a preparação do mutirão de combate ao Aedes aegypti, que acontecerá no próximo dia 28. O assunto foi um dos temas da reunião entre o prefeito Délcio Sato e seu secretariado, realizada também na manhã desta segunda-feira, 9.
O mutirão envolverá todas as secretarias da Prefeitura de Ubatuba bem como organizações da sociedade civil, lideranças estudantis e das igrejas católica e evangélica, além da Guarda Mirim e da Associação Comercial de Ubatuba (ACIU). O objetivo é mobilizar cerca de 300 pessoas que se ocuparão da limpeza das ruas, eliminação de criadouros, vistoria das residências, estabelecimentos comerciais e equipamentos públicos.
O prefeito Sato reafirmou seu compromisso no combate ao Aedes aegypti e orientou as secretarias a definirem representantes para integrar a Sala de Comando responsável pelas ações educativas e de combate ao mosquito. “Na ação do dia 28 teremos  o envolvimento de toda a sociedade. A dengue é um problema de todos”, afirmou o prefeito Sato.
“Além dos mutirões, o controle de criadouros é feito regularmente pela equipe da Saúde, que faz o monitoramento, coleta de amostras para a avaliação de densidade larvária (ADL) e aplicação de larvicida. É graças a esse trabalho que, em locais como as praças Treze de Maio, da Baleia e Marco da Paz nunca foram encontradas larvas do Aedes aegypti”, destaca Jorge Ribeiro, coordenador da Vigilância em Saúde.

PREFEITURA DE UBATUBA SP.

Nenhum comentário

Postar um comentário