.

.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

XII Festival de Marchinhas Carnavalescas começa nesta quinta, 23

O XII Festival de Marchinhas Carnavalescas de Ubatuba começa nesta quinta, 23, e vai até o sábado, 25, no coreto da praça Exaltação... thumbnail 1 summary






O XII Festival de Marchinhas Carnavalescas de Ubatuba começa nesta quinta, 23, e vai até o sábado, 25, no coreto da praça Exaltação à Santa Cruz (Praça da Matriz) a partir das 20h30. Ele integra a programação do Carnaval Histórico de Ubatuba, organizado pela Fundação de Arte e Cultura (Fundart) da Prefeitura de Ubatuba.





Além de incentivar a criação de novas marchinhas e o surgimento de novos compositores e intérpretes, a festividade busca proporcionar aos munícipes e visitantes, crianças e adultos, um carnaval que relembra os bailes e festejos de antigamente.


Nos dois primeiros dias, 23 e 24, acontecem as eliminatórias, quando serão escolhidas as dez marchinhas finalistas entre um total de 33 composições inscritas para o festival. A grande final acontece no sábado, dia 25, com a escolha das cinco melhores composições e do melhor intérprete, que serão premiadas da seguinte forma:


1º lugar – R$ 1.500,00 mais troféu
2º lugar – R$ 700,00 mais troféu
3º lugar – R$ 400,00 mais troféu
4º lugar – R$ 300,00 mais troféu
5º lugar – R$ 200,00 mais troféu
Já o melhor intérprete será premiado com R$ 600,00.


A programação do Carnaval Histórico de Ubatuba inclui ainda a Matinê Infantil, que se realiza entre os dias 26 a 28 de fevereiro, das 16h às 18h, e o Baile de Marchinhas nas mesmas datas, das 21h à 1h. Todos acontecem na Praça da Matriz.
 Homenagem a Ney Martins
Em 2017, o evento homenageia seu idealizador, Ney Martins, que criou o festival há 12 anos, e conta com a participação de compositores do todo o Litoral Norte e Vale do Paraíba.
Natural de São José dos Campos e caiçara de coração, Ney foi um grande criador, junto à cultura caiçara, ao carnaval e ao futebol. Foi dele a criação do Grêmio Recreativo e Escola de Samba Mocidade Alegre do Itaguá (GRESMAI). Além de carnavalesco, dirigente e mestre de bateria, foi também, presidente da Liga Ubatubense de Futebol (LUF). Realizou diversos trabalhos que deram organização, visibilidade e valor à cultura caiçara, desenvolvendo eventos importantes nesse sentido.

Crédito da foto: Chão Caipira TV


FONTE...............PREFEITURA   DE  UBATUBA SP

Nenhum comentário

Postar um comentário