.

.

sexta-feira, 10 de março de 2017

Câmara prepara CPI para investigar problemas no transporte universitário em Ubatuba

Temos denúncias pesadas, feitas pelos próprios estudantes. Há indícios graves de corrupção. Vamos fiscalizar, doa a quem doer”, disse o v... thumbnail 1 summary
Temos denúncias pesadas, feitas pelos próprios estudantes. Há indícios graves de corrupção. Vamos fiscalizar, doa a quem doer”, disse o vereador incentivando a CPI
Por Raell Nunes, de Ubatuba
A Câmara de Ubatuba está preparando uma investigação por meio de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar possíveis irregularidades e problemas que envolvem o transporte universitário em Ubatuba – setor administrado pelo AEUU (Associação dos Estudantes Universitários de Ubatuba), com repasse financeiro da prefeitura.
Segundo o idealizador da CPI, o vereador Junior (PTN), há prenunciação de desvirtuamento no que tange o transporte universitário. A assessoria do mesmo informou que está elaborando a CPI para investigação objetivando melhorar os serviços e que não é favorável a empresa nenhuma, mas aos estudantes da cidade.
“Nós temos denúncias pesadas, feitas pelos próprios estudantes. Há indícios graves de corrupção. Vamos fiscalizar, doa a quem doer. Alguns amigos do rei eram favorecidos por lá [na associação dos estudantes]. Não vamos admitir de forma alguma”, revelou o legislador.
No mês passado, o prefeito de Ubatuba, Sato (PSD), esteve em reunião com o presidente da associação para tentar esclarecer e resolver os problemas que cercam a AEUU.
No encontro, o assunto financeiro foi abordado. A prefeitura afirma que o repasse de R$ 48 mil mensais para a associação está em dia. É obrigação da AEUU repassar essa quantia à firma. No entanto, a empresa responsável pelo transporte, a Rodoviária São José, diz não ter recebido o dinheiro. Com isso, 160 alunos seriam prejudicados, haja vista que poderiam ficar sem condução.
Diante da conjuntura, alguns legisladores vão apurar com profundidade a problemática que envolve a associação, a empresa responsável, a prefeitura e, principalmente, o estudante que quer ter um futuro melhor e se formar. Não é de hoje que há problemas com o transporte universitário. No ano passado, e também em outras ocasiões, alunos tiveram que ir à faculdade com seus próprios meios, pois a AEUU falhou em seus serviços.
De acordo com o vereador Bibi (PMDB), é preciso ouvir o presidente da associação e investigar o dinheiro que foi perdido no passado. Para o legislador, teve dinheiro de repasse da prefeitura que foi usado por membros da associação, em outras épocas, para favorecer interesses pessoais, como pagamento de almoço e outras compras em diferentes cidades. Nas palavras do peemedebista, tudo deve ser investigado e os culpados responderem criminalmente pelo acontecido.

FONTE...........WWW.TAMOIOSNEWS.COM.BR

Nenhum comentário

Postar um comentário