.

.

quarta-feira, 22 de março de 2017

Unir reúne pais e pacientes em evento comemorativo ao Dia Internacional da Síndrome de Down

“Mitos e verdades sobre a Síndrome de Down” – esse foi  o tema central da roda de conversa que aconteceu na manhã desta terça-feira, 21... thumbnail 1 summary

“Mitos e verdades sobre a Síndrome de Down” – esse foi  o tema central da roda de conversa que aconteceu na manhã desta terça-feira, 21, na Unidade de Reabilitação – Unir da Prefeitura de Ubatuba. Juntamente com  um café da manhã, essa foi a maneira de celebrar o Dia Internacional da Síndrome de Down no município.




Pais, pacientes, ex-pacientes da Unir  e profissionais da instituição e da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae interagiram a partir de perguntas e respostas elaboradas pela equipe da Unir para esclarecer vários aspectos do que é chamado de “acidente genético”, categoria quem engloba a síndrome de down.
Durante a discussão, um dos pontos mais enfatizados por todos foi a importância das pessoas com síndrome de down serem estimulados para desenvolver suas habilidades. “É preciso olhar para as pessoas e enxergar além da síndrome, pois eles possuem características individuais como qualquer ser humano”, explicou a fisioterapeuta da Unir, Leovigilda César.
“A estimulação é tudo, em todas as idades. A continuação que a família oferece ao processo de desenvolvimento deles é essencial, principalmente, depois que encerram o tratamento aqui na Unir”, acrescentou a fonoaudióloga Angélica Rufino.
Durante o diálogo, também foi frisada a importância do acompanhamento médico às pessoas com down, pois algumas áreas como cardiológica, endócrina e ortopédica, naturalmente, sofrem algum impacto com a alteração genética. Esse acompanhamento pode ser feito normalmente em qualquer posto de saúde.
“A síndrome de down é um jeito de estar no mundo. Eles também passam por todas as fases da vida e é importante que a família e as instituições estejam cientes disso e promovam esse estímulo como a qualquer outra criança que está crescendo”, finalizou a terapeuta ocupacional Jéssica Nakayama

.
Depoimentos
Tatiana Gonçalves é mãe de Benny Matheus de 7 anos. Para ela, a iniciativa da Unir foi muito interessante. “Muitas coisas que foram faladas aqui eu já sabia, mas achei muito legal encontrar mais mães com a mesma realidade, pois eu não sabia que em Ubatuba havia tantas pessoas com síndrome de down”, disse.
Mara Vassão é mãe de Juan, de 28 anos, e também é aprovou a realização do evento. “Tudo que  vem em prol deles é maravilhoso, pois eles são muito esquecidos. Meu filho tem 28 anos e já passei por muita coisa, pois ainda existe muita discriminação. Quanto mais for falado e lembrado que eles também têm direitos e são cidadãos comuns, melhor”, destacou.
Confira a lista de mitos e verdades utilizada no evento:

1.Síndrome de Down é doença. Mito ou Realidade ?
1.Mito: A Síndrome de Down não é uma doença e não deve ser tratada como tal. É preciso olhar para as pessoas além da Síndrome de Down, pois as características individuais são inerentes a todos os seres humanos.

2.Síndrome de Down tem cura. Mito ou Realidade ?
2.Mito: A Síndrome de Down não é uma lesão ou doença crônica que através de intervenção cirúrgica, tratamento ou qualquer outro procedimento pode se modificar.

3.com Síndrome de Down falam. Mito ou Realidade ?
3.Realidade: A Síndrome de Down não apresenta nenhuma barreira para acessar o código da linguagem, portanto todas as crianças, se não apresentarem outro comprometimento, podem falar.

4.As pessoas com Síndrome de Down apresentam atraso no desenvolvimento da linguagem. Mito ou Realidade ?
4.Realidade: Há um atraso no desenvolvimento da linguagem que pode ser observado ao longo da infância com surgimento das primeiras palavras, frases e na dificuldade articulatória para emitir alguns sons. Entretanto, não há regra para saber quando e como a criança falará, pois depende das características de cada indivíduo.

5.Pessoas com Síndrome de Down andam. Mito ou Realidade ?
5.Realidade: As crianças com Síndrome de Down andam, porém seu desenvolvimento motor apresenta um atraso em relação à maioria das crianças.

6.Pessoas com Síndrome de Down são agressivos. Mito ou Realidade ?
6.Mito: Não podemos generalizar as pessoas com Síndrome de Down, determinando certos comportamentos, pois essa afirmação pressupõe preconceito. Cada indivíduo tem suas características de acordo com sua família e ambiente em que vive.
Pessoas com Síndrome de Down são carinhosas. Mito ou Realidade ?
7.Mito: Grande parte da população acredita que todas as pessoas com Síndrome de Down são carinhosas. Isto se deve ao fato de associá-las às crianças, infantilizando-as e as mantendo em uma “eterna infância”.

8.Pessoas com Síndrome de Down têm a sexualidade mais aflorada? Mito ou Realidade ?
8.Mito: A sexualidade das pessoas com Síndrome de Down é igual à de todas as outras. Este mito se deve ao fato de que grande parte da população não considera sua sexualidade; desta forma acabam sendo reprimidos e não recebem orientação sexual apropriada, ocasionando comportamentos inadequados.

9.Pessoas com Síndrome de Down adoecem mais? Mito ou Realidade ?
9.Realidade: Ocasionalmente, como conseqüência de baixa resistência imunológica, as crianças com Síndrome de Down, principalmente nos primeiros anos de vida, são mais susceptíveis a infecções, principalmente no sistema respiratório e digestivo. Esta propensão vai diminuindo com o crescimento.

10.Pessoas com Síndrome de Down podem trabalhar. Mito ou Realidade ?
10.Realidade: As pessoas com Síndrome de Down devem trabalhar, pois o trabalho é essencial para a construção de uma identidade adulta. O trabalho faz parte da sua realização pessoal. Atualmente, há muitas oportunidades de trabalho para as pessoas com deficiência devido às políticas públicas.
  frequentar escola especial. Mito ou Realidade ?
11.Mito: As pessoas com Síndrome de Down têm o direito de participação plena na sociedade como qualquer outra criança,desta forma devem estar incluídas na rede regular de ensino.

12.Existe uma idade adequada para uma criança com Síndrome de Down entrar na escola.Mito ou Realidade ?
12.Mito: A criança deve entrar na escola quando for conveniente para ela e para sua família.

13.Pessoas com Síndrome de Down podem praticar esporte. Mito ou Realidade ?
13.Realidade: As pessoas com Síndrome de Down não só podem como devem praticar atividade física para seu bem estar físico e emocional. A prática de atividade física deve ser realizada aonde for mais conveniente para a pessoa (academia, parques, praças…). Lembrando que para todas as pessoas a avaliação física é importante antes do início de qualquer atividade.

FONTE.......PREFEITURA  DE  UBATUBA SP

Nenhum comentário

Postar um comentário