.

.

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Com show e dribles de Denílson, jogo das estrelas em Ubatuba tem 14 gols

Edílson Capetinha marcou três; Polícia estimou 9 mil pessoas no estádio Por Raell Nunes, do Site   Tamoios News,  de Ubatub... thumbnail 1 summary

Edílson Capetinha marcou três; Polícia estimou 9 mil pessoas no estádio

Por Raell Nunes, do Site   Tamoios News,  de Ubatuba

Antes do jogo, o ex-jogador da seleção brasileira e agora comentarista de TV, Denílson, disse que ia dar uma “brincada”. “O ritmo não é de profissional, mas dá para dar umas ‘canetinhas’”, falou gargalhando. 




Em campo, ele fez embaixadinhas, pedalou e mostrou que realmente aquele jogo no Estádio Municipal de Ubatuba era das estrelas.

No total foram 14 gols. O time das estrelas, formado por famosos do mundo da bola, encarou uma equipe montada por atletas amadores de Ubatuba. A partida até que começou acirrada, com o grupo de Ubatuba abrindo o placar. Mas o conjunto dos estrelados não deixou barato e, logo em seguida, empatou.

Daí em diante o jogo virou literalmente uma chuva de golaços. A artilharia ficou por conta de Edílson Capetinha, que balançou as redes adversárias três vezes. Marcelinho Carioca marcou dois a favor e um contra – o gol contrário foi de falta, uma brincadeira.

No final, a partida terminou 10 x 4 para o time das estrelas. A plateia estava empolgada do início ao fim. Havia pessoas na arquibancada, mas também com as mãos nas grades, em pé, ao redor do campo. Gritavam: “Vai, Vampeta”, “Dá show, Denílson”, “Faz o gol, Dodô”. Segundo a Polícia, havia 9 mil pessoas presentes.



Foi pouco mais de uma hora de jogo corrido, sendo que os jogadores permaneceram jogando no mesmo lado do campo. O assédio aos famosos era notório. Mesmo assim, as estrelas não se abdicaram de dar autógrafos e tirar fotos com os fãs.






Entre os famosos estiveram presentes Veloso, Sérgio, Ronaldo Giovanelli, Amaral, Vampeta, Denílson, Junior Baiano, Marcelinho Carioca, Muller, Edílson Capetinha, Dodô, Mauro Galvão e Kleber.


Nenhum comentário

Postar um comentário