.

.

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Mata Atlântica ocupa menos que 16,8% do seu tamanho original

Dado foi apresentado em estudo realizado entre três países incluindo o Brasil; Cidades do Litoral Norte são as que mais possuem o bioma... thumbnail 1 summary

Dado foi apresentado em estudo realizado entre três países incluindo o Brasil; Cidades do Litoral Norte são as que mais possuem o bioma no Estado de São Paulo

Por Gustavo Nascimento, de São Sebastião
 Portal Caiçara


No Dia da Mata Atlântica – celebrado neste sábado (27), um estudo lançado em português pela ONG WWF-Brasil afirma que o território do bioma está fragmentado e ocupa apenas 226.124 km², menos de 16,8% de seu tamanho original, correndo o risco de perder seu maior predador: a onça pintada.
O documento lançado hoje (27) é fruto de 15 anos de estudo e foi realizado em conjunto com países como a Argentina e Paraguai. Segundo a organização, originalmente, a Mata Atlântica cobria 1.345.300 km², da costa atlântica do Brasil até o noroeste da Argentina, abrangendo a região oriental do Paraguai.
“Apesar de tamanha degradação – causada principalmente pelo avanço da agricultura e da pecuária – a Mata Atlântica ainda é um dos biomas com maior valor biológico do mundo, onde estão 7% das espécies de plantas e 5% dos vertebrados do planeta”, afirmou a ONG em nota.
Por outro lado, a SOS Mata Atlântica apresentou no final de abril dados que apontam um “renascimento” do bioma, que ganhou 2,5 milhões de hectares (o equivalente a quase uma Bélgica) neste século.
Esses dados considerados inéditos foram revelados pela segunda coleção de mapas do MapBiomas (Projeto de Mapeamento Anual da Cobertura e Uso do Solo no Brasil) – iniciativa do Observatório do Clima em colaboração com 18 instituições, entre universidades, ONGs e empresas de tecnologia.
“O bioma, que teve sua cobertura original reduzida a 12,5%, cresceu de 276 mil quilômetros quadrados em 2001 para 301 mil quilômetros quadrados em 2015” afirmou a instituição.



Atlas – Um Atlas da Mata Atlântica, fruto de um levantamento da Fundação SOS Mata Atlântica, trouxe boas notícias ao Litoral Norte. Segundo informações do documento, Ubatuba, Ilhabela e São Sebastião foram considerados os municípios com maior presença do bioma no Estado de São Paulo.

 


As três cidades têm entre 84% e 85% de cobertura vegetal com exemplares típicos da floresta atlântica.
Segundo o Governo do Estado, os Parques Estaduais Ilha Anchieta e Ilhabela receberam o título de Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. Com este reconhecimento, os locais passaram a incorporar os “Roteiros da Biosfera”, por serem exemplos de ações efetivas no campo da sustentabilidade.

Nenhum comentário

Postar um comentário