.

.

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Sato anuncia mudanças administrativas, na regularização fundiária e na arrecadação de impostos em Ubatuba

Da redação........PORTAL CAIÇARA Pacote de medidas será enviado para aprovação na Câmara Municipal Durante a reinauguração do Centro d... thumbnail 1 summary

Da redação........PORTAL CAIÇARA

Pacote de medidas será enviado para aprovação na Câmara Municipal
Durante a reinauguração do Centro de Convenções de Ubatuba, na última sexta-feira, dia 05, o prefeito Délcio Sato (PSD) informou que enviará um grande pacote de medidas para ser aprovado pela Câmara Municipal. Os projetos já podem ser votados nesta terça-feira, dia 09, ou no mais tardar na sessão do dia 16 de maio.




De acordo com o prefeito, o pacote inclui de seis a dez projetos que visam melhorar a arrecadação do município, adequar procedimentos administrativos e, principalmente, rever a regularização fundiária, entre outras vertentes. “Serão medidas justas e com determinações enérgicas para que as coisas aconteçam, algumas medidas até amargas, mas necessárias para que Ubatuba não venha a decair, como vinha acontecendo, precisamos crescer”, ressaltou Sato.
Entre os principais projetos que serão enviados para aprovação dos vereadores está a melhora na arrecadação da cidade. “Isso não significa trazer mais impostos e problemas para a população, não é isso, mas tornar a arrecadação mais igual e tratar todos da mesma maneira. A questão do imposto, se um paga o outro também precisa pagar. Hoje temos visto certas pessoas sendo penalizadas, pagando mais, justamente porque muitas não pagam os impostos corretamente”, explicou.
Sobre a adequação dos procedimentos administrativos, Sato disse que hoje muitos métodos estão defasados e emperram a máquina pública. “Infelizmente, muitas coisas acontecem dentro da administração pública de forma aleatória e solta, é preciso ter mais disciplina. É preciso e necessário”, justificou o prefeito.
Na questão da regularização fundiária a intenção é conter as constantes invasões. “A regularização fundiária é um problema não só de Ubatuba, mas de todo o Litoral Norte. Estamos inovando e organizando um workshop, a nível de Ministério das Cidades, que envolverá também o Ministério Público, para discutirmos a regularização. Temos visto grandes invasões no município, e quando assumimos tivemos que tomar medidas enérgicas, de pulso firme, para estancar isso. Agora precisamos regulamentar, regularizar, pois tudo isso tem a ver com a questão da arrecadação e com alguns serviços que a gente acaba não atendendo a todos, a toda a demanda que existe. Para um serviço de qualidade é preciso que todos se envolvam, pois o número desordenado de invasões traz problemas ambientais, educacionais e de saúde. Temos uma arrecadação pequena para um grande número de invasões desordenadas”.
Segundo Sato, os projetos já foram apresentados aos vereadores durante uma reunião entre o Executivo e o Legislativo, e passam agora por pequenos ajustes antes de serem efetivamente votados pelos vereadores. “Tem de tudo um pouco, mas projetos que visam especialmente regularizar as coisas. Não tem outro caminho”, conclui o prefeito.

Nenhum comentário

Postar um comentário