.

.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Chinelo é responsável por morte de golfinho em Ubatuba,

Um golfinho da espécie Sotalia guianensis foi encontrado morto, no último dia 25, com a tira de um chinelo presa ao focinho, na Pra... thumbnail 1 summary


Um golfinho da espécie Sotalia guianensis foi encontrado morto, no último dia 25, com a tira de um chinelo presa ao focinho, na Praia do Sapê, em Ubatuba.

 


A peça de borracha foi a responsável pela morte do animal, segundo laudo inicial da necropsia divulgado nesta quarta-feira (21) pelo Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), do Instituto Argonauta. 
De acordo com o documento, o chinelo, provavelmente, permaneceu preso ao animal por meses, levando à inanição e grave infecção.

"A interação antrópica (causada pelo homem), por resíduo sólido (tira de borracha do chinelo), presa na região rostral (focinho) do golfinho, gerou uma lesão muito grave no maxilar superior, impedindo o animal de se alimentar. Consequentemente, causando uma desnutrição severa e consequentemente a morte", diz o laudo.

Golfinho teve infecção após ficar com chinelo preso ao focinho (Foto: Divulgação)
“A cena é triste. Tudo indica que o animal passou meses com esse pedaço de chinelo enroscado ao corpo”, conta Carla Beatriz Barbosa, coordenadora do PMP-BS.
Segundo ela, não foi somente a equipe que ficou chocada com a cena. “O episódio causou comoção não só por parte dos nossos monitores, mas também da comunidade local. As pessoas que viram estavam realmente inconformadas”.

Caso é comum

Segundo o oceanógrafo Hugo Gallo, presidente do Instituto Argonauta, infelizmente, este não é o primeiro caso do gênero. “No Museu da Vida Marinha, no Aquário de Ubatuba, temos um peixe espadarte (Xiphias gladius) morto por um carretel de pesca preso à boca”.
Um simples chinelo esquecido na beira do mar pode levar à morte um animal marinho ameaçado de extinção”, diz Gallo.


 http://www.atribuna.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário