.

.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

O desaparecimento das conchas do mar pode estar em suas mãos

Por Patrícia Rosseto Foto: Patrícia Rosseto Fonte: UFSC 20 fevereiro 2017 As conchas são o quarto item mais colecionado no mundo,... thumbnail 1 summary
Por Patrícia Rosseto
Foto: Patrícia Rosseto
Fonte: UFSC
20 fevereiro 2017
As conchas são o quarto item mais colecionado no mundo, atrás de selos, moedas e cédulas
Nada deve ser retirado do meio ambiente, a não ser o lixo produzido por frequentadores, o resto tem que ficar lá. Pode olhar, admirar, fotografar a vontade, mas deixe onde encontrou! Se o animal estiver dentro da água, não retire, ele pode sofrer consequências e até morrer.

 


É preciso entender que tirar uma “muda” de determinada planta, carregar algumas pedrinhas, estrelas do mar e até catar conchas ou comprar artesanatos elaborados com este material não contribui em nada para a preservação do meio ambiente.
Por incrível que pareça cada um daqueles itens que estão lá, inclusive as conchas vazias, tem um papel muito importante na manutenção do equilíbrio entre as espécies daquele local. Até se o animal daquela concha estiver morto ela está ali cumprindo uma função no ecossistema, ela pode, por exemplo, ser a casa de um crustáceo, como o caranguejo ermitão que por não ter uma carapaça tão rígida usa as conchas para se proteger contra predadores.
E, outra, o animal pode não estar morto e sim estar dentro da concha preservando a umidade até uma onda venha. A diminuição de conchas ou sua completa remoção causa diversas mudanças de habitats, por exemplo, erosões das praias, diminuição da diversidade, entre outros problemas ambientais muitas vezes irreversíveis.
De acordo com o documento Conduta Consciente em Ambientes Recifais do Ministério do Meio Ambiente, não devem ser retirados do local: restos de conchas, corais, estrelas do mar e outras carapaças. Ainda segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiverdidade (ICMbio) deve haver informações aos turistas.
A compra ou venda de artesanatos produzidas com este tipo de material é crime ambiental, podendo resultar em até três anos de detenção e pagamento de multa.

Nenhum comentário

Postar um comentário