.

.

domingo, 2 de julho de 2017

Educação moral e cívica será implantada na Câmara de Ubatuba, diz presidente

Escolas municipais, estaduais e até particulares poderão participar da ação proposta pelo Legislativo Por Raell Nunes, Site  Tamoios News... thumbnail 1 summary
Escolas municipais, estaduais e até particulares poderão participar da ação proposta pelo Legislativo
Por Raell Nunes, Site  Tamoios News, de Ubatuba


Em entrevista exclusiva ao Tamoios News, o presidente da Câmara de Ubatuba, Silvinho Brandão (PSDB), afirmou que depois que o Legislativo voltar de recesso ele vai implantar um projeto de educação moral e cívica na Casa de leis.




Trata-se de um plano para incentivar os jovens das escolas públicas do Estado e município, bem como as unidades de ensino particulares, a terem um conhecimento mais abrangente sobre a política e os valores de uma nação.
“Este é um projeto que vai me deixar muito feliz, de todos. Todas as pessoas que eu estou comentando, principalmente as pessoas mais antigas, professores, historiadores, estão dando palpite, querem compactuar junto com a gente”, disse Silvinho.
Nas palavras do presidente, o que se quer resgatar é “o orgulho de ser quem realmente somos”. Ele falou que, atualmente, os jovens são mais ágeis, capazes de entender sobre computador, internet, mas falta um pouco de educação e civismo.
Hoje, se a gente pedir para um aluno da 8ª série cantar o hino da bandeira, não vai saber. Então, o que a gente vai fazer a partir do segundo semestre, é resgatar esses valores, afirmou.
Conforme falou o representante do PSDB, já está sendo elaborada uma cartilha para que os alunos tenham um entendimento mais qualificado de como funciona os três poderes constituídos, Executivo, Legislativo e Judiciário.
Há a intenção de fazer um cronograma para visitação na sede da Câmara, para que os estudantes conheçam as instalações do prédio, os deveres e obrigações dos funcionários.
“Esse é o projeto que quero fazer, porque quando eu ficar bem velhinho eu vou lembrar que fiz uma coisa dessa e que eu consegui resgatar o que os meus professores antigos me ensinaram”, concluiu.

Nenhum comentário

Postar um comentário