.

.

domingo, 9 de julho de 2017

Plenária de Vigilância em Saúde de Ubatuba faz propostas rumo à conferência nacional

Cerca de 150 pessoas participaram da 1ª Plenária Municipal de Vigilância em Saúde, na quarta-feira, 5, no salão da Capela São Francisco, ... thumbnail 1 summary

Cerca de 150 pessoas participaram da 1ª Plenária Municipal de Vigilância em Saúde, na quarta-feira, 5, no salão da Capela São Francisco, em Ubatuba, preparatória à 1ª Conferência Nacional de Vigilância em Saúde (CNVS), com o tema “Vigilância em Saúde: Direito, Conquistas e Defesa de um SUS Público de Qualidade”.




O evento abriu com uma mesa composta pelo prefeito Délcio Sato (PSD), além do presidente do Conselho Municipal de Saúde (Comus), Thiago Monzi, do vice-prefeito, Jurandir de Oliveira Veloso, da secretária de Saúde, Grazielle Bertolini, e de Ana Cleide R. Uchoa, articuladora de atenção básica, da DRS 17, de Taubaté, representando a secretaria estadual de Saúde.
O prefeito Sato agradeceu a todos os presentes e destacou as ações que estão sendo feitas para melhorar a saúde de Ubatuba. “Só resolveremos com gestão compartilhada e participação social. Todos nós somos responsáveis, não apenas o poder público”, enfatizou.
“Meu compromisso é com a população e o SUS e espero contribuir para que consigamos ter uma atenção básica resolutiva e comprometida com a efetivação da integralidade”, afirmou Bertolini, nova secretária de Saúde de Ubatuba.
Após a abertura, Ana Cleide Uchoa apresentou vários dados sobre o SUS no Brasil que, só em 2014, realizou 4 bilhões de procedimentos ambulatoriais, 1,4 bilhões de consultas e tratou 19 milhões pacientes oncológicos, além de ser o segundo país do mundo em número de transplantes. “Nós temos que defender e lutar pelo SUS e conhece-lo por dentro e por fora. Eu defendo, acredito e uso o SUS”. Em seguida, Antenor Benetti apresentou o histórico da implementação da Vigilância em Saúde.
Em grupos, os participantes elaboraram propostas para o fortalecimento dos programas e ações de Vigilância em Saúde tanto em nível local, quanto regional e nacional, apresentadas em seguida ao plenário. Uma das demandas que mais apareceu foi pelo saneamento básico e para que seja estabelecido o quanto antes contrato com empresa com regras e metas rígidas e prazos para cumprir.
A implementação da coleta seletiva, para reduzir o número de criadouros de mosquitos, a ampliação de recursos humanos e físicos (carros, equipamentos de proteção individual), a ação integrada entre as vigilâncias ambiental, epidemiológica, sanitária e do trabalho e entre estas e as demais secretarias foram outras propostas recorrentes.
A plenária se encerrou com a eleição de delegados para a conferência regional, representando os usuários, trabalhadores e gestores da Vigilância em Saúde em Ubatuba.


Delegados eleitos por segmento:

Usuários
Aurora Maria de Carvalho
Barbara França de Carvalho


Gestores
Antenor Ricardo Benetti
Silvia Maria Tenório da Silva


Trabalhadores
Gustavo Adolfo de Barros
Taís Bruller dos Santos

Fonte e foto: Prefeitura de Ubatuba

Nenhum comentário

Postar um comentário