.

.

terça-feira, 17 de abril de 2018

Presidente da Câmara abraça causa animal e promete compilar leis

Equipe do chefe do Legislativo realiza processo de compilação de leis municipais Por Raell Nunes O presidente da Câmara Municipal d... thumbnail 1 summary
Equipe do chefe do Legislativo realiza processo de compilação de leis municipais
Por Raell Nunes
O presidente da Câmara Municipal de Ubatuba, Silvinho Brandão (PSDB), se diz disposto a mudar as leis pertinentes aos animais da cidade. O legislador fala que pretende revogar projetos de lei antigos e, tirando o que há de melhor em todos, reuni-los em apenas uma lei.


Na sala do presidente, aliás, em sua mesa com cerca 7 metros, estão diversas proposituras que estão sendo analisadas pela sua equipe e pares. Um dos objetivos principais do presidente é fazer a destinação correta dos serviços. Ou seja, serão duas pastas responsáveis pelos trabalhos, Secretaria de Saúde e Meio ambiente.
“Uma coisa é a questão de zoonoses, que são o tratamento das doenças. E outra coisa é o bem-estar do animal. Nós estamos compilando a lei para direcionar o espaço de zoonoses para Saúde, que é devido, e a outra parte do bem-estar animal para a Secretaria do Meio ambiente”, explica.
Para tratar do assunto “causa animal”, o presidente se reuniu com o prefeito de Ubatuba, Délcio José Sato (SPD), e diversas ONGs e pessoas independentes ligadas à bandeira. Na ocasião, o chefe do Executivo, conforme conta Silvinho, ofereceu uma área no bairro Estufa para servir de apoio aos animais da cidade.
Sobre a questão financeira, uma vez que Ubatuba tem o menor orçamento do Litoral Norte, o líder da Casa de Leis comenta que pode ser possível a utilização de um fundo, no qual receberia verbas da taxa de preservação ambiental – que deve ser implantada no ano que vem.
“São 170 castrações por mês, mais 80 pela veterinária contratada. Se você não parar e castrar um casal de gatos ou de cachorros, prolifera muito rápido. Poderia fazer uma lei linda, maravilhosa, mas que não funcionasse. Então, não adianta dividir só a questão de saúde e meio ambiente, e sim você colocar dinheiro para pagar essas possíveis castrações”, afirma.
Processo de compilação de leis está sendo feito em equipe
Segundo o chefe do Poder Legislativo, há várias ideias que precisam ser pensadas em conjunto. Mais uma vez, Silvinho reforça o pensamento de manter uma boa convivência com o Executivo e Judiciário – para que tudo flua bem e dentro do esperado. Em seguida, ele falou de algumas novidades.
“Tem um projeto que apresentei, para autorizar o estabelecimento de colocar um comedouro, ou, de repente, uma casinha comunitária, cão comunitário. Se você mora em um apartamento, você pode .

TAMOIOS NEWS

Nenhum comentário

Postar um comentário