.

.

domingo, 6 de maio de 2018

Fuselagem de aeronave é retirada da área do acidente em Ubatuba

Após acidente, avião é retirado de área onde parou em Ubatuba O avião que caiu em Ubatuba e deixou dez pessoas feridas foi retirad... thumbnail 1 summary



Após acidente, avião é retirado de área onde parou em Ubatuba
O avião que caiu em Ubatuba e deixou dez pessoas feridasfoi retirada da área do acidente nesta quinta-feira (3). A fuselagem da aeronave foi içada por máquinas e teve peças recolhidas para ser transportada. (veja vídeo acima) A aeronave pertence a um empresário de São Bernardo do Campo (SP). A Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar a responsabilidade pelo acidente.



Após uma tentativa frustrada de pouso, o avião parou em uma área de brejo vizinha ao aeroporto de Ubatuba na última terça-feira (1º) à noite. A aeronave vinha de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, com destino ao Campo de Marte, em São Paulo. Os dez passageiros sofreram apenas ferimentos leves.
Dois dias após o acidente, a aeronáutica autorizou a empresa a retirar o avião da área. A remoção foi feita pelo dono do veículo. O destino da fuselagem não foi informado.

Investigação

A Polícia Civil e os órgãos de aviação apuram as circunstâncias e as causas do acidente. A polícia abriu inquérito para apurar a responsabilidade do piloto e copiloto. As dez vítimas sofreram apenas ferimentos leves.
De acordo com o delegado responsável pelo caso, Ricardo Mamede, uma perícia foi feita no local e as vítimas foram ouvidas. Os laudos devem ficar prontos em 30 dias. Nenhum dos feridos representou contra os investigados.

A Força Aérea Brasileira também apura o acidente. Foram feitas perícias e ainda serão analisados os documentos, dados de comunicação do piloto, além da parte mecânica da aeronave para tentar concluir o que pode ter causado o acidente. Segundo o órgão, a apuração leva, em média, um ano e meio para ser concluída.

GLOBO NEWS
 
Aeronave sobrevoa aeroporto de Ubatuba antes do acidente (Foto: Reprodução)Aeronave sobrevoa aeroporto de Ubatuba antes do acidente (Foto: Reprodução)

Nenhum comentário

Postar um comentário