.

.

sábado, 5 de maio de 2018

Jovem é condenado a 18 anos de prisão por matar atropelado adolescente após briga

Adolescente morto atropelado após briga de trânsito em Ubatuba (Foto: Reprodução/Facebook) A Justiça condenou a 18 anos... thumbnail 1 summary

Adolescente morto atropelado após briga de trânsito em Ubatuba (Foto: Reprodução/Facebook)
A Justiça condenou a 18 anos de prisão o motorista acusado de matar atropelado um adolescente de 17 anos em Ubatuba em 2016. Renato Reingruber Fevereiro dirigia o carro dos pais quando se envolveu em uma discussão no trânsito e atropelou o adolescente três vezes – uma delas atingiu a cabeça da vítima. O jovem está preso em São Paulo desde setembro de 2016.


A decisão foi tomada pela justiça na última semana, mas foi informada pelo Tribunal de Justiça, após pedido do G1, nesta quinta-feira (3).
Renato foi a júri popular no último dia 26 no fórum de Ubatuba. Os jurados decidiram por maioria dos votos pela condenação do jovem por homicídio qualificado. Ele vai permanecer preso em regime fechado.
Para a família de Leonardo Santos, que acompanhou o julgamento, o desfecho traz a sensação de justiça. “Meu filho estava começando a vida quando foi morto de forma brutal e covarde. Ele não vai voltar, mas pelo menos quem fez isso com ele vai pagar. Espero que cumpra a pena até o fim para que a gente tenha o mínimo, que é a sensação de justiça” disse Sebastiana da Conceição Prado, mãe da vítima.
A reportagem do G1 tentou contato com os defensores de Renato. Por telefone, a advogada Roseti Moretti informou não fazer mais parte da defesa. O G1 tentou contato por telefone com os advogados Joao Carlos Gonçalves Filho e Violeta Filomena Daccache, mas não conseguiu retorno. A reportagem não conseguiu contato com a advogada Maria Lucia Cardoso Pinheiro de Ulhoa Cintra. Os quatro constam no processo como advogados de defesa do condenado.
(Globo.com)
Carro usado para o crime (Foto: Pedro Melo/ TV Vanguarda)Carro usado para o crime (Foto: Pedro Melo/ TV Vanguarda)Carro usado para o crime (Foto: Pedro Melo/ TV Vanguarda)

Nenhum comentário

Postar um comentário