.

.

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Ubatuba se mobiliza para o 10º Concurso de Moda Inclusiva

O concurso é uma iniciativa da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo. (Foto: Divulgação/PMU) ... thumbnail 1 summary



O concurso é uma iniciativa da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo. (Foto: Divulgação/PMU)

Organizadoras realizam reunião na APAE e prova de roupa na sexta-feira, dia 15


Estudantes e profissionais de moda e de saúde podem se inscrever até o dia 4 de julho no Concurso Moda Inclusiva de Ubatuba pelo link http://modainclusiva.sedpcd.sp.gov.br/
O concurso é uma iniciativa da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo e premiará soluções de vestuário que facilitem a vestimenta e a independência da pessoa com deficiência.
Como parte das atividades de divulgação do concurso, a secretaria de Cidadania e Desenvolvimento Social da Prefeitura de Ubatuba convida todos os interessados a participar de encontro na próxima sexta-feira, 15, às 10 horas, na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).
O encontro contará com a presença de Daniela Auler, idealizadora e coordenadora do Projeto Moda Inclusiva na secretaria estadual. Além de fornecer orientações sobre as inscrições, na reunião será realizada uma prova de roupa de modelos desenvolvidos nas edições anteriores do concurso. A Apae fica na rua Manoel da Cruz Barbosa, 228 – Sumaré.
Os participantes da região apresentarão os looks propostos em evento a ser realizado no dia 4 de julho, às 14 horas, no Teatro Municipal de Ubatuba. O vencedor irá receber o tecido para confeccionar o look proposto e, já classificado como finalista, irá apresenta-lo na 10ª edição do Concurso Moda Inclusiva Internacional.


Lançado em 2009 pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, o Concurso Moda Inclusiva incentiva os participantes a lançarem um olhar fashion e desenvolverem soluções que facilitem o cotidiano da pessoa com deficiência.
Os 20 melhores trabalhos inscritos serão apoiados com tecido para a confecção das roupas e participam do desfile final em um grande evento. Os três melhores colocados serão premiados em um grande evento na capital paulista.
A iniciativa, que propõe uma reflexão comportamental, estimula alunos, profissionais e o mercado da moda a abordarem o tema. A ideia de tornar o Concurso Moda Inclusiva internacional surgiu da necessidade de convidar participantes de todo o mundo a compartilhar soluções inovadoras que podem contribuir no bem-estar e na qualidade de vida das pessoas com deficiência, além de apresentar novos conceitos à moda.
O Brasil tem, hoje, cerca de 45 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência. Somente no Estado de São Paulo, esse contingente ultrapassa 9 milhões.

PORTAL R3

Nenhum comentário

Postar um comentário